segunda-feira, setembro 18, 2017

GRANFONDO ALDEIAS DO XISTO - 10SET17



E mais uma participação num Granfondo, o Granfondo Terras do Xisto na Lousã.

Como o objectivo é também desfrutar, optamos por participar na distância Mediofondo, com 102 Km e 2000 D+.

Fomos no dia anterior até à Lousã, pois tinhamos alugado uma casa em Talasnal, uma Aldeia do Xisto. Que lugar deslumbrante e encantador, um paraíso na Terra.


Levantamo-nos cedo pois a prova começava às 08:30. Assim, pelas 087:00 já estávamos na Lousã para os preparativos, junto ao local de partida.












DIPLOMA DE PARTICIPAÇÃO








terça-feira, julho 11, 2017

GRANFONDO SERRA DA ESTRELA - 09JUL17



O Granfondo Serra da Estrela com início na Vila de Manteigas no sopé do Vale Glaciar do Zêzere.

Eu e a Cristina optamos mais uma vez pela distância do Mediofondo, pois a dureza do acumulado do Granfondo iria ser-lhe muito penoso.

As princesas prontas para o empeno


Assim, decidi fazer-lhe companhia indo no ritmo dela, mas sensivelmente a meio da subida de Manteigas para as Penhas Douradas deixei de a ver. Como não fazia ideia do atraso, decidi impor um ritmo mais forte, por forma a recuperar algum tempo. Mas como o objectivo principal era terminarmos juntos, fazendo-lhe companhia no segmento mais duro (Adamastor Km 70), optei então por seguir ao meu ritmo e esperar por ela no abastecimento da Portela do Arão.


Chegada à Portela do Arão



A 2ª subida do Mediofondo com uma extensão de 32 km, foi feita a um ritmo mais lento, para que a distância entre nós fosse encurtada.

Pouco tempo estive à espera da Cristina, tendo chegado pouco depois de mim. Fizemos uma pequena pausa para meter combustível e siga, que o melhor da festa estava pela frente, a ascenção do Adamastor.

A Cristina não fazia ideia do declive, pois nunca o tinha enfrentado. Nos dias anteriores, dizia-lhe que ela já tinha superado algumas subidas idênticas, para que a mente dela não sofresse por antecipação. Assim, quando o Adamastor surge, acho que me rogou algumas pragas. Mas forte e persistente como ela é, senti-me mais tranquilo, pois sabia que iria superar aquelas "paredes".

Em ritmo descontraído e com algumas piadas e conversa pelo meio, lá seguimos sempre em piloto automático.

Meta à vista e obviamente mais um desafio superado.

Desafio superado
A cerveja no final é obrigatório.

Parabéns Cristina.


Como forma de agradecimento, 

Uma referência elogiosa aos proprietários da Hospedaria (A Torre) na Aldeia do Sabugueiro, onde pernoitamos do dia 8 para 9. 
Um espaço explêndido, uma simpatia, um receber, limpeza, aceio, preço, todos os pormenores estavam irrepreensíveis.





Á organização do Granfondo os meus parabéns pela forma como tudo estava organizado.

À Vila de Manteigas e suas gentes, já habituadas a esta presença de ciclistas em tantos eventos.

A todas as gentes que se encontravam ao longo do percurso a apoiar e a incentivar.

Á Go Bike loja de bicicletas de Azeitão.


Isto já parece o agradecimento dos discos pedidos.


Fotos de menor qualidade.








terça-feira, junho 13, 2017

SÃO MAMEDE GRANFONDO - 04JUN17










Decorreu em Portalegre o São Mamede Granfondo no dia 4 de Junho.

Este conceito é novo e denomina-se de São Mamede Granfondo Series.



Assim, todos os anos irá se realizar uma prova em Concelho diferente, tendo como denominador comum a Serra de São Mamede.


Decidimos então alugar um quarto e ir de véspera, para conhecermos um pouco da cidade e aproveitarmos toda a envolvência do dia anterior à prova.

Optei pelo Mediofondo ( 97 km e 1750 D+), para que a Cristina não estivesse um bom par de horas à minha espera.

Convívio com gente amiga e conhecida e deitar cedo, para estar em condições para o desafio.

Preparados e prontos para mais um empeno com partida na última box, evitando assim os "atropelos" iniciais.

Logo após a saída da cidade e com vento pelas costas impôs-se um ritmo diabólico bem acima dos 45 k/h durante uns bons 40 km. Bem longe mas à vista via o 1º grupo, com cerca de 40 a 50 ciclistas. Eu seguia no 2º grupo com uns 20/30 ciclistas.

O 4º da foto

Quando o percurso começa a ter mais desnível positivo, a minha bike tem uma tendência a travar e então é o sinal para, a partir dali ir gerindo as subidas.




Dificuldades e paisagens lá se foram passando e meta à vista e pronto, mais um desafio superado. Nada de relevante a contar, tirando o facto de continuar a haver alguns energúmenos que, teimam em deitar as embalagens para o chão.

Assim o meu desempenho resume-se a:



Satisfeito com o meu tempo, satisfeito e orgulhoso do desempenho da Cristina.



No final satisfeitos com mais um desafio superado



E o pódio da Cristina;


E fim:

Agradecimento à Go Bike.

quarta-feira, maio 10, 2017

11º BTT PINHAL NOVO / ARRÁBIDA - 30ABR17

MARATONA BTTASCADUXICO



Este foi o meu 1º evento de BTT em 2017.

O único motivo que me levou a inscrever neste evento, foi para testar a minha condição física e a habilidade técnica.

Mas escolhi mal os eventos no dia anterior a esta prova.
2 eventos gastronómicos que me deixaram num estado (modo vinha de alhos) um pouco mau para fazer os tais testes.

Assim, pouco tenho para deixar aqui, como rescaldo deste evento.

Parabéns à organização.



segunda-feira, maio 08, 2017

1ª CLÁSSICA DOS CASTELOS - 06MAI17



Um desafio em estrada com uma distância de 190 Km e 1500 D+.
Uma organização do amigo Bruno Silva com o apoio de mais alguns ciclistas.

Como gosto deste tipo de desafios, eu e a Cristina obviamente que fomos participar, sabendo que não seria fácil, pois neste tipo de eventos impõem-se ritmos bem acima dos 30 Km/h.

Passei por casa do Amigo Miguel Figueiredo e fomos os 3 de carro até Palmela.

Às 07:15 estávamos no castelo de Palmela para iniciarmos o percurso. Contei no momento 25 ciclistas, 24 masculinos e 1 feminino. Mas no final estavam 29. A Cristina ficou um pouco desiludida, pelo facto de ser a única senhora.



Início dado e um ritmo bom, a rolarmos a uma média de 33 k/h. Com pouca experiência a rolar em pelotão, disse à Cristina para ir sempre na minha roda.

Km após km a boa disposição era evidente. Alguns ciclistas que faziam parte da organização a fazerem um excelente trabalho, para manterem a segurança e coesão do pelotão.

O 1º Castelo a ser "conquistado" foi o de Montemor o Novo ao Km 78 do percurso.



Depois desta 1ª conquista, tínhamos pela frente mais 48 Km até Alcácer do Sal, Rolamos a médias superiores a 40 k/h.  E mais uma vez o ambiente entre os participantes a um excelente nível.


Com Alcácer do Sal à vista, já tínhamos nas pernas 126 Km, 
Fizemos uma pausa para as habituais fotografias de grupo e paramos num café local, para se barbearem umas sandes e umas bebidas.




A partir de Alcácer do Sal, tínhamos a última etapa de 54 km para cumprir até ao Castelo de Setúbal. O segmento mais complicado do desafio, pelo estado degradante e lastimoso da estrada, que os políticos deste país nos obrigam a percorrer, seja de carro ou de bike. 

Neste último segmento é que o motor da Cristina começa a dar sinal de algum desgaste. Mas bem determinada como é, foi-se aguentando até à subida do Castelo de São Filipe.





Objectivo conseguido, satisfação do grupo era evidente e mais uma vez os parabéns ao Bruno Silva.
Novas Amizades e excelente convívio e com 190 Km e 1428 D+ nas pernas.




A todos os participantes um bem haja pelo convívio e boa disposição.

Agora só faltavam mais uns 10 Km até Palmela, pois o carro tinha lá ficado.

Em relação à minha condição física, sinto-me na melhor forma de sempre. 

Parabéns à minha Cristina pela forma como superou este desafio., estás forteeeeeee.

Até uma próxima e que seja breve.

Talvez dia 23 de Setembro no desafio de Setúbal a Badajoz.